Ações dos EUA caem e S&P 500 acumula maior queda em 3 dias desde janeiro

segunda-feira, 7 de abril de 2014 18:01 BRT
 

NOVA YORK, 7 Abr (Reuters) - As ações dos Estados Unidos fecharam em queda nesta segunda-feira e o índice S&P 500 passou a acumular nos últimos três pregões sua maior perda em dois meses, com investidores vendendo ações ligadas à Internet, que vinham mostrando bom desempenho recentemente, e comprando ações defensivas para se proteger de novos declínios.

O índice Dow Jones recuou 1,02 por cento, para 16.245 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 1,08 por cento, para 1.845 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 1,16 por cento, para 4.079 pontos.

As ações de empresas ligadas à Internet estiveram entre as maiores quedas do dia, como Amazon.com, que perdeu 1,6 por cento, e Yahoo!, que tombou 3,5 por cento. A ação da The Global X Social Media ETF, que inclui as companhias Groupon e LinkedIn, recuou 2,5 por cento.

Mas o setor de biotecnologia, que registrou declínio acentuado nas últimas sessões, fechou em alta neste pregão, com o índice do setor de biotecnologia Nasdaq subindo 0,5 por cento.

A pressão de venda migrou para outros setores, com apenas os considerados defensivos, tais como serviços públicos e bens de consumo em território positivo entre 10 grandes setores do S&P.

"Este tipo de comportamento de mercado (compradores favorecendo nomes defensivos) sugere que os investidores estão voltando a ficar cautelosos após os grandes ganhos em ações durante o ano passado", disse o estrategista-chefe de macroeconomia da Wells Fargo Advisors, Gary Thayer.

(Reportagem de Angela Moon)