Hidrelétrica Teles Pires inicia em janeiro de 2015, Belo Monte fica para 2016

terça-feira, 8 de abril de 2014 11:39 BRT
 

Por Anna Flávia Rochas

SÃO PAULO (Reuters) - O início da operação da hidrelétrica Teles Pires (MT) será antecipado de abril para janeiro de 2015, enquanto a usina Belo Monte (PA), no rio Xingu, deve começar a operar em 2016, segundo executivo de uma das acionistas nos dois empreendimentos, a Neoenergia.

A hidrelétrica Teles Pires, localizada no rio de mesmo nome e que terá um total de 1,8 gigawatts (GW) de potência instalada, terá entrada de turbinas em operação em um ritmo de uma a cada 45 dias a partir de janeiro de 2015. Assim, toda usina deverá estar operando no ano que vem, disse nesta terça-feira o diretor financeiro da Neoenergia, Erik Breyer.

"O contrato de concessão dela começa em abril de 2015 ... vamos antecipá-la para janeiro de 2015 para atender a essa demanda de carga que a gente tem", disse Breyer, em reunião com analistas e investidores promovida pela Apimec São Paulo.

A usina tem um investimento total estimado em 3,69 bilhões de reais, divididos entre os acionistas que, além da Neoenergia (50,1 por cento) incluem Furnas (24,5 por cento), Eletrosul (24,5 por cento) e Odebrecht (0,9 por cento).

Já a hidrelétrica Belo Monte (PA), da qual a Neonergia também é acionista, com cerca de 10 por cento de participação, deverá entrar em operação em 2016, segundo o executivo.

A estimativa inicial era de que a usina localizada no rio Xingu, entrasse em operação em 2015. Além da Neoenergia, são acionistas da usina Eletrobras, Petros, Funcef, Cemig, entre outras. Belo Monte terá 11,2 gigawatts de capacidade instalada quando estiver totalmente em operação.