April 8, 2014 / 8:13 PM / 3 years ago

Dólar cai pelo 3º dia e vai a R$2,20, com cena externa e BC

4 Min, DE LEITURA

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO, 8 Abr (Reuters) - O dólar fechou em queda pelo terceiro dia consecutivo, com investidores aproveitando a depreciação nos mercados globais para testar a tolerância do Banco Central brasileiro a cotações mais baixas, mas a divisa não encontrou força suficiente para terminar o dia abaixo de 2,20 reais apesar de ter rompido essa barreira no intradia.

Especialistas avaliam que a moeda norte-americana deve voltar a enfrentar esse suporte e pode assentar-se abaixo dele no curto prazo, trazendo alívio adicional à inflação, mas a expectativa é que, mesmo assim, esse movimento não deve se sustentar no médio prazo.

O dólar perdeu 0,77 por cento, a 2,2030 reais na venda, acumulando baixa de 3,48 por cento só nas últimas três sessões e de 6,55 por cento no ano, anulando boa parte da alta de 15 por cento vista em 2013 todo.

Na mínima do dia, a moeda norte-americana bateu 2,1937 reais na venda. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro nesta sessão ficou em torno de 1,8 bilhão de dólares.

"A queda do dólar abaixo dos patamares atuais tem seu preço. Produtos importados voltam a ganhar atratividade e a competitividade dos produtos brasileiros perde força, piorando a balança e deixando a indústria com preços menos atrativos", escreveram analistas da Lerosa Investimentos em relatório.

Alguns analistas acreditam que as cotações mais baixas poderiam desagradar o governo, pois apesar de ajudarem no combate à inflação, prejudicam as exportações.

"Já não é de hoje que o dólar está mostrando que tem espaço para cair. Hoje, a queda do dólar no exterior animou o mercado a buscar novos patamares mais para baixo", disse o analista de uma corretora nacional.

A divisa dos EUA tem se firmado recentemente em trajetória de queda em relação ao real, diante de expectativas de ingresso de recursos externos na economia brasileira atrás de maiores rendimentos, do humor global mais positivo sobre mercados emergentes e da constante intervenção do BC no câmbio.

A queda nas intenções de voto da presidente Dilma Rousseff em pesquisa divulgada no fim de semana, num momento em que os mercados mostram-se céticos com a condução da política econômica doméstica, trouxe mais fôlego a esse viés.

Expectativas de que a China pode adotar estímulos para impulsionar sua economia, atualmente em desaceleração, também ajudaram o dólar a perder força contra moedas emergentes nesta sessão. Frente a uma cesta de divisas, o dólar recuava cerca de 0,6 por cento.

"Nesse curto prazo, a gente pode ver o dólar rompendo esses 2,20 reais e testando níveis mais baixos, que agora é uma barreira bem forte. Mas não vejo um humor tão bom para a gente manter esse dólar abaixo desse patamar no médio prazo", disse o gerente de operações do banco Confidence, Felipe Pellegrini.

Apesar das fortes quedas do dólar, o BC brasileiro continuou atuando pesadamente no mercado, alimentando ainda mais o movimento de baixa. Pela manhã, deu continuidade às atuações diárias, vendendo a oferta total de até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólares. Foram 2,5 mil contratos para 1º de dezembro deste ano e 1,5 mil para 2 de março de 2015, com volume equivalente a 198,0 milhões de dólares.

Após o fechamento dos mercados, o BC anunciou novo leilão para o dia seguinte nas mesmas condições: até 4 mil swaps com vencimento em 1º de dezembro deste ano e 2 de março de 2015.

Mais tarde, também vendeu a oferta total em leilão para rolagem dos swaps que vencem em 2 de maio. No total, o BC já rolou cerca de 17 por cento do lote para o próximo mês, que equivale a 8,733 bilhões de dólares.

Para o dia seguinte, fará nova oferta de até 10 mil contratos, com vencimentos em 2 de janeiro e 1º de abril de 2015.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below