Latam e tripulantes do Chile chegam a acordo que anula ameaça de greve

terça-feira, 8 de abril de 2014 21:19 BRT
 

SANTIAGO, 8 Abr (Reuters) - Os tripulantes da unidade chilena do grupo Latam Airlines, que reúne a LAN e a brasileira TAM, chegaram nesta terça-feira a um acordo preliminar com a companhia para redigir um novo contrato, o que permitirá anular uma ameaça de greve que já provocou o cancelamento de dezenas de voos.

O sindicato de tripulantes da LAN Express explicou em uma carta a seus associados que o acordo preliminar deverá ser ratificado em um contrato que será redigido na quarta-feira.

"Apesar de estarmos contentes de poder chegar a um acordo preliminar, que finalmente melhorará nossa qualidade de vida, ainda não é o momento de comemorar. Nos resta o dia de amanhã (quarta-feira) para redigir e revisar o contrato para assegurarmos que não haja duplas interpretações", disse o sindicato em seu site.

A unidade local da Latam Airlines acrescentou que as partes se deram 24 horas para redigir o contrato final que valerá pelos próximos quatro anos.

As ameaças de greve na LAN Express obrigaram a Latam Airlines a cancelar ou reprogramar mais de 100 voos.

"É importante destacar que os voos nacionais que foram cancelados anteriormente permanecerão em tal condição até domingo 13 de abril", afirmou a filial da Latam em comunicado.

"Os voos internacionais e o resto da operação doméstica serão realizados com total normalidade", acrescentou.

A Latam, maior grupo de transporte aéreo da América Latina, encontra-se no chamado período de "bons ofícios" com o sindicato de tripulantes e apelou a isso para retomar as conversas e evitar a paralisação dos funcionários.

Os trabalhadores exigem tempo para alimentação, adicional por voos noturnos e aumento nas remunerações, entre outros pontos.   Continuação...