USDA reduz previsão de estoques finais de soja e milho dos EUA

quarta-feira, 9 de abril de 2014 15:00 BRT
 

Por Ros Krasny

WASHINGTON, 9 Abr (Reuters) - As projeções dos estoques finais de soja e milho dos Estados Unidos continuam a cair, oferecendo pouca folga para o mercado no caso de quaisquer problemas com a safra deste ano, com o plantio já começando, disse o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) nesta quarta-feira.

Outro destaque do relatório mensal do USDA foi uma redução de 1 milhão de toneladas na previsão da safra de soja do Brasil, com colheita já caminhando para a fase final.

Os dados do USDA impulsionaram os futuros da soja na bolsa de Chicago, assim como os de milho.

Citando a demanda para exportação dos EUA, o USDA reduziu os estoques finais norte-americanos de milho para 1,331 bilhão de bushels, contra 1,456 bilhão em março e abaixo da estimativa do mercado de 1,403 bilhões.

A relação estoques/uso para o milho dos EUA em 2013/14 será de 9,9 por cento, disse o USDA, abaixo dos 10,9 por cento previstos em março e 13,7 por cento em dezembro.

Em geral, quanto menor for a relação, maior o potencial para os preços subirem.

O preço médio na fazenda na temporada para o milho dos EUA foi aumentado pelo USDA em 10 centavos de dólar por bushel, para 4,60 dólares por bushel.

"Contínuas fortes vendas de exportação e um ritmo crescente dos embarques semanais de milho dos EUA durante março resultaram um nível de exportação superior ao esperado", disse o USDA.   Continuação...