Brasil dá impulso às vendas do Carrefour no 1o tri

quinta-feira, 10 de abril de 2014 10:24 BRT
 

PARIS (Reuters) - O Carrefour, maior varejista da Europa, disse que o crescimento das vendas acelerou no primeiro trimestre, impulsionado pelo Brasil, segundo maior mercado do grupo depois da França, enquanto as vendas na Espanha subiram pelo segundo trimestre consecutivo.

"No Brasil, o crescimento continuou em todos os formatos", afirmou a companhia em comunicado à imprensa. As vendas orgânicas no país subiram 8,3 por cento no primeiro trimestre, ante alta de 6,8 por cento no quarto trimestre de 2013.

No primeiro trimestre, os números foram impactados por um feriado de Páscoa caindo em abril deste ano, ante março do ano passado, além de preços de petróleo mais baixos, disse o Carrefour.

Excluindo esses fatores, as vendas nas mesmas bases subiram 3,7 por cento no resultado geral da companhia, uma aceleração ante os 3,2 por cento de crescimento no quarto trimestre de 2013.

Este foi "o melhor desempenho trimestral de crescimento de vendas em mais de dois anos", disse o vice-presidente financeiro da companhia, Pierre-Jean Sivignon.

Segundo maior varejista do mundo depois do Wal-Mart, o Carrefour viu as vendas do primeiro trimestre somarem 19,79 bilhões de euros, perto dos 19,83 bilhões de euros previstos por analistas, segundo pesquisa da Thomson Reuters I/B/E/S Estimates.

No Brasil, o crescimento das vendas nas mesmas lojas, que considera os pontos abertos há pelo menos um ano, acelerou para 6,4 por cento, ante 5,6 por cento no quarto trimestre.

Para 2014, a companhia afirmou que planeja abrir 10 unidades do Atacadão, sua bandeira de atacado de autosserviço que opera no Brasil.

A rede é vista por analistas como um dos principais vetores de crescimento do Carrefour no Brasil devido às suas margens de rentabilidade.   Continuação...