Espanha e Itália fazem ações europeias fecharem em queda

quinta-feira, 10 de abril de 2014 14:08 BRT
 

Por Francesco Canepa

LONDRES, 10 Abr (Reuters) - As bolsas espanhola e italiana pressionaram as ações europeias a fechar em queda nesta quinta-feira, com investidores embolsando lucros dos papéis que tiveram bom desempenho neste ano após dados decepcionantes e condições de mercado mais instáveis.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, recuou 0,53 por cento, a 1.331 pontos.

O índice espanhol IBEX e o italiano, que acumulam no ano as maiores altas entre os índices europeus, fecharam em quedas maiores do que seus pares no Reino Unido, Alemanha e França.

O ânimo na Itália foi pressionado por dados mais fracos do que o esperado sobre a produção industrial, enquanto um desconto na venda das ações da Iberdrola pelo Bankia desencadeou vendas generalizadas de papéis de serviços públicos espanhóis.

Papéis espanhóis e italianos acumulam ganhos de mais de 25 por cento desde junho de 2013.

A volatilidade do mercado nas últimas semanas --provocada por preocupações econômicas e geopolíticas em economias emergentes da Ucrânia à China num momento em que o Federal Reserve, banco central dos EUA, está apertando a política monetária-- levou alguns investidores a embolsarem lucros sobre alguns dos maiores avanços.

"Para as pessoas que fizeram essa operação... acreditamos que é prudente ficar no lado da cautela e realizar algum lucro", disse o estrategista de negociações de ações do Citi, Arran Lamont.

"Neste momento, questões macro estão turvando o quadro e por isso estamos nos ajustando para um período mais cauteloso no curto prazo", acrescentou.   Continuação...