AIE reduz estimativa para alta da demanda global por petróleo em 2014

sexta-feira, 11 de abril de 2014 10:31 BRT
 

LONDRES, 11 Abr (Reuters) - A demanda global por petróleo subirá menos em 2014 que o estimado anteriormente, disse a Agência Internacional de Energia (AIE) nesta sexta-feira, devido a uma projeção mais modesta para o crescimento econômico russo após a anexação da Crimeia.

A agência, que orienta grandes países industrializados em suas políticas energéticas, também reduziu a previsão para a oferta deste ano de petróleo de países não membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), o que deverá aumentar a necessidade de petróleo de países membros do grupo.

A demanda global por petróleo deverá crescer em média 1,29 milhão de barris por dia (bpd) em 2014, disse a AIE em relatório mensal. O volume é 60 mil bpd inferior à previsão anterior.

"O ajuste para baixo da projeção de demanda de petróleo pela Rússia em 2014 ajudou a reduzir a estimativa de crescimento global", disse o relatório. "Os acontecimentos na Crimeia enfraqueceram a perspectiva macroeconômica da Rússia".

A agência reduziu sua estimativa para a oferta de países não membros da Opep, que produzem três em cada cinco barris bombeados no mundo. A AIE agora espera que a oferta de fora da Opep irá subir 1,5 milhão de barris diários este ano, 250 mil a menos do que o projetado no mês passado.

A acelerada taxa de declínio na produção de campos antigos da Rússia respondeu por parte da redução das estimativas, assim como o Cazaquistão, onde o campo gigante de Kashagan pode não voltar a operar este ano.

(Por Alex Lawler)