JPMorgan tem lucro abaixo do esperado no 1o trimestre

sexta-feira, 11 de abril de 2014 11:06 BRT
 

11 Abr (Reuters) - O banco JPMorgan Chase divulgou nesta sexta-feira lucro trimestral bastante abaixo do esperado, pressionado por incertezas sobre a economia norte-americana que atingiu volumes de negócios com títulos e também empréstimos a consumidores.

O banco foi o primeiro entre as maiores instituições financeiras de Wall Street a divulgar resultados do primeiro trimestre e os números mostraram o quão difícil foi o início de 2014 para o setor. A receita com negociação de bônus recuou 21 por cento e os empréstimos hipotecários despencaram 84 por cento sobre o mesmo período do ano passado.

Além disso, a maior parte dos negócios mais relevantes do JPMorgan, incluindo cartões de crédito e empréstimos comerciais, entregaram lucro menor.

O lucro líquido do JPMorgan caiu 19 por cento, para 5,27 bilhões de dólares, ou 1,28 dólar por ação, ante 6,53 bilhões de dólares, ou 1,59 dólar por ação, no mesmo período de 2013.

Analistas esperavam, em média, lucro de 1,40 dólar por ação, segundo dados da Thomson Reuters I/B/E/S.

Os resultados finais para o primeiro trimestre deste ano e igual etapa do ano passado incluíram itens não recorrentes.

A receita total caiu 8,5 por cento, para 22,99 bilhões de dólares, bem abaixo da expectativa média de analistas, de 24,53 bilhões de dólares.

"Temos confiança crescente na economia (dos EUA), consumidores e empresas estão exibindo uma situação financeira cada vez melhor e o setor imobiliário tem se recuperado em muitos mercados", disse o presidente-executivo do JPMorgan, Jamie Dimon, em comunicado.

Quando perguntado em teleconferência com jornalistas se o banco tomará mais risco para impulsionar a receita, Dimon afirmou que o JPMorgan não mudará seus padrões para ampliar a receita. "Nos sentimos muito bem sobre os riscos que estamos tomando", disse o executivo.

(Por Tanya Agrawal e David Henry)