G20 dá prazo aos EUA sobre reformas no FMI sem incluir pedido do Brasil

sexta-feira, 11 de abril de 2014 15:43 BRT
 

WASHINGTON, 11 Abr (Reuters) - O G20 concordou em dar a Washington até o fim do ano para ratificar as reformas do Fundo Monetário Internacional sem incluir a linguagem mais forte defendida pelo Brasil, disse uma autoridade do G20 nesta sexta-feira.

O Brasil queria que o FMI desenvolvesse agora alternativas a serem colocadas em prática para o caso de o Congresso dos EUA não aprovar as reformas acertadas em 2010 até o fim de 2014.

Mas o G20 concordou em estabelecer o prazo antes de pedir para o FMI desenvolver as opções alternativas que possam deixar de lado os EUA.

A autoridade afirmou que os norte-americanos estão "extremamente comprometidos" com as reformas. "Então a questão é: o G20 pode ajudar nessa questão", disse ele.

 
As autoridades do G20 em pose para foto durante a reunião anual do FMI, em Washington. 11/04/2014 REUTERS/Joshua Roberts