Grupo Pão de Açúcar desacelera crescimento nas mesmas lojas no 1o tri

sexta-feira, 11 de abril de 2014 15:14 BRT
 

Por Marcela Ayres

SÃO PAULO, 11 Abr (Reuters) - As vendas brutas do Grupo Pão de Açúcar no primeiro trimestre desaceleraram nas mesmas lojas, critério que considera apenas as unidades abertas há mais de um ano, num resultado atribuído pela maior varejista do Brasil ao efeito calendário.

Entre janeiro e março, as vendas brutas consolidadas nas mesmas lojas avançaram 6,3 por cento ante igual período do ano passado, recuo sobre o avanço de 10,8 por cento mostrado no trimestre anterior, também na comparação anual.

"Algumas categorias como mercearia e peixaria foram negativamente impactadas em função do deslocamento da Páscoa para o segundo trimestre", disse a companhia.

No primeiro trimestre, as vendas na categoria de alimentos cresceram apenas 3 por cento nas mesmas lojas, ante 9,8 por cento no quarto trimestre de 2013. Sem o efeito calendário, disse a companhia, o aumento teria sido de 6 por cento nos três primeiros meses de 2014 sobre igual etapa do ano passado.

Maior concorrente do GPA, o Carrefour divulgou na quinta-feira um avanço de 6,4 por cento nas vendas nas mesmas lojas no Brasil, numa aceleração ante o crescimento de 5,6 por cento do último trimestre de 2013.

Em relatório, o analista Richard Cathcart, do Espírito Santo Investment Bank, viu a diferença entre as duas companhias como uma "decepção" nos dados mostrados pelo GPA, em meio a um desempenho geral de vendas considerado "decente".

"Achamos que o Carrefour deve provavelmente ter se beneficiado da recente alta na inflação de alimentos, dada sua maior exposição ao formato de atacado de autosserviço (correspondente a 50 por cento das vendas, ante 23 por cento para o GPA Alimentar)", escreveu Cathcart.

Enquanto o Carrefour opera a rede Atacadão no país, líder no segmento, o GPA é dono do Assaí. Com as bandeiras, ambos dão foco à oferta de preços mais em conta para pequenos varejistas e pessoas físicas, contando, para isso, com uma estrutura de serviços mais enxuta.   Continuação...