Magazine Luiza conta com Copa para crescer mais no 2o tri

segunda-feira, 14 de abril de 2014 15:40 BRT
 

Por Paula Arend Laier e Marcela Ayres

SÃO PAULO (Reuters) - A Copa do Mundo no Brasil em 2014 mantém a perspectiva positiva do Magazine Luiza sobre crescimento nas vendas do segundo trimestre, disse nesta segunda-feira o diretor superintendente da varejista de móveis e eletrodomésticos, Marcelo Silva.

"O desempenho do segundo trimestre tende a ser melhor do que no mesmo trimestre do ano anterior, tanto pela promoção da Copa, quanto também pela maturação de novas lojas", afirmou Silva em entrevista no chat Trading Brazil, da Thomson Reuters. A companhia tem expectativa de abertura de 30 lojas no Brasil em 2014, incluindo 15 adquiridas da Via Varejo.

No segundo trimestre de 2013, o Magazine Luiza teve crescimento anual de vendas no conceito "mesmas lojas" (abertas há mais de 12 meses) de 9,3 por cento, com lucro ajustado avançando 12,4 por cento.

O executivo também disse ter uma expectativa favorável quanto ao crescimento da margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) em 2014, após alta de 0,9 ponto percentual na margem ajustada em 2013, para 5,1 por cento.

"A expansão das margens deverá vir do crescimento das vendas superior ao crescimento das despesas, permitindo diluição e redução das despesas operacionais, manutenção da margem bruta e maturação das novas lojas."

Olhando para 2015, contudo, Silva não descarta ajustes.

"Eu, pessoalmente, tenho respondido que, em 2015, qualquer que seja o governo eleito, se fizermos (o país) as reformas necessárias, valerá a pena o sacrifício das empresas e dos cidadãos brasileiros ..., podemos ter um 2015 de ajustes, que refletirão em crescimento sustentável para o país nos anos seguintes."

Silva reconheceu que inflação e aumento de endividamento das famílias podem afetar o setor de varejo, mas ponderou que isso ainda não estaria ocorrendo.   Continuação...