Conselho da Petrobras aprovou Pasadena sem saber de "put option", diz CEO

terça-feira, 15 de abril de 2014 11:54 BRT
 

15 Abr (Reuters) - O Conselho de Administração da Petrobras aprovou inicialmente a compra de 50 por cento da polêmica refinaria de Pasadena, nos EUA, baseado em resumo executivo e avaliação da diretoria executiva da empresa, disse nesta terça-feira a presidente-executiva da estatal, Maria das Graças Foster, em audiência no Congresso.

Ela disse ainda que o Conselho aprovou a compra dos 50 por cento de Pasadena sem saber que havia a eventual obrigatoriedade de compra dos 50 por cento restantes, de acordo com a cláusula da "put option".

(Por Gustavo Bonato, em São Paulo)