Represas de hidrelétricas têm pior nível em período úmido desde 2005, diz Comerc

terça-feira, 15 de abril de 2014 11:58 BRT
 

SÃO PAULO, 15 Abr (Reuters) - Os reservatórios das hidrelétricas do Brasil, quando considerados como um todo, estão no pior nível registrado para o final de um período úmido desde 2005, mostra análise da comercializadora de energia Comerc.

Segundo a Comerc, o nível dos reservatórios das hidrelétricas do país iniciaram janeiro com um nível de 43 por cento de armazenamento, acima do visto em 2013, ano em que o período úmido também foi ruim, com chuvas abaixo do normal. No entanto, houve depreciação dos reservatórios nos meses seguintes de 2014, levando a cerca de 41 por cento de armazenamento acumulado do sistema em 13 de abril.

Em 2013, o nível acumulado dos reservatórios do país nesta época, em abril, estava a 61 por cento. Em 2012, estava acima de 70 por cento.

"A curva ascendente de armazenamento que costuma acontecer no primeiro quadrimestre não ocorreu em 2014", informou a Comerc em seu boletim Panorama Semanal.

Por enquanto, o nível acumulado do armazenamento de represas das hidrelétricas caminha para fechar o período úmido, no fim desse mês, abaixo do nível em que iniciou o atual período úmido, de 43 por cento ao fim de dezembro de 2013.

Ainda resta metade do mês para que os reservatórios apresentem alguma recuperação, mas as estimativas de chuvas para o Sudeste, onde estão alguns dos principais reservatórios para abastecimento do país, continuam abaixo da média para o período.

Apesar disso, o nível dos reservatórios do Sudeste/Centro Oeste está a 36,8 por cento atualmente, tendo apresentado uma melhora nos últimos dias. A expectativa mais atual do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) é de que essas represas terminem abril nesse nível de 36,8 por cento.

Os reservatórios no Sul estão a 44,78 por cento de armazenamento, acima da expectativa do ONS de que terminem o mês a 42,8 por cento. O mesmo ocorre no Nordeste, onde o nível atual de 43,5 por cento está acima da expectativa do ONS de que fechem abril a 43,1 por cento. No Norte, atingido por fortes chuvas, o nível dos reservatórios está a 87,96 por cento, ante expectativa de que chegue ao fim do mês a 90,6 por cento.

(Por Anna Flávia Rochas)