Inflação na zona do euro permanece em "zona de perigo"

quarta-feira, 16 de abril de 2014 08:03 BRT
 

BRUXELAS, 16 Abr (Reuters) - A desaceleração na inflação da zona do euro em março para o menor nível desde novembro de 2009 foi confirmada nesta quarta-feira, mantendo a pressão sobre o Banco Central Europeu (BCE) para que intervenha se os preços não se recuperarem.

A taxa de inflação anual nos 18 países que compartilham o euro atingiu 0,5 por cento em março contra 0,7 por cento em fevereiro, informou a agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat.

A maior alta nos preços foi observada em tabaco, restaurantes e bares, assim como leite, queijo e ovos, enquanto preços mais baixos foram registrados em óleo de aquecimento, telecomunicações e combustíveis.

A inflação está agora na "zona de perigo" do BCE abaixo de 1 por cento há seis meses seguidos, alimentando especulações de que o BCE precisará adotar mais medidas.

(Reportagem de Robert-Jan Bartunek e Martin Santa)