Ex-diretor da Petrobras diz não ter enganado Dilma sobre Pasadena

quarta-feira, 16 de abril de 2014 13:24 BRT
 

BRASÍLIA, 16 Abr (Reuters) - O ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró, peça chave na compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, disse em depoimento a deputados nesta quarta-feira que não considera ter enganado a presidente Dilma Rousseff, em 2006, quando ela comandava o Conselho de Administração da estatal.

Dilma recentemente afirmou que, se tivesse conhecimento de todas as informações sobre o contrato de compra da refinaria, não teria aprovado o negócio.

Questionado por um parlamentar se considerava ter enganado Dilma, ele afirmou: "De forma nenhuma".

Segundo o ex-diretor, a apresentação de informações ao conselho da estatal destacou os principais pontos do negócio da refinaria e cláusulas específicas não foram consideradas relevantes para figurarem no relatório apresentado aos conselheiros.

(Por Maria Carolina Marcello)

 
O ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró. O ex-diretor é peça chave na compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, e disse em depoimento a deputados nesta quarta-feira que não considera ter enganado a presidente Dilma Rousseff, em 2006, quando ela comandava o Conselho de Administração da estatal. 16/04/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino