Cade aprova acordo de Petrobras para uso de termelétrica em Cuiabá

quinta-feira, 17 de abril de 2014 07:39 BRT
 

SÃO PAULO, 17 Abr (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, um acordo feito entre a Petrobras e a Empresa Produtora de Energia Ltda (EPE) para uso e exploração da Usina Termelétrica a Gás de Cuiabá, segundo decisão publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira.

A usina tem capacidade instalada de 480 megawatts (MW), em ciclo combinado, com duas unidades geradoras a gás de 150 MW e uma unidade geradora a vapor de 180 MW, de acordo com documento enviado pelas empresas ao Cade.

Embora as duas companhias tenham afirmado no documento que o acordo atende o mercado de geração de energia elétrica nacional, devido a sua inserção no Sistema Interligado Nacional (SIN), elas ressaltaram que "independentemente da definição da dimensão geográfica que possa ser adotada ... não haverá alterações significativas no ambiente concorrencial em decorrência da operação".

Com a operação, a Petrobras deve aumentar sua capacidade de geração de energia, enquanto a EPE pode reduzir suas despesas, acrescentaram as empresas.

(Por Roberta Vilas Boas; Edição de Marcela Ayres)