Lucro de divisão industrial da General Electric sobe 12%

quinta-feira, 17 de abril de 2014 10:45 BRT
 

(Reuters) - A General Electric teve alta de 12 por cento no lucro de suas áreas industriais, impulsionada por vendas de turbinas, motores de aviões e equipamentos para a indústria petrolífera que minimizaram fraqueza em transportes e cuidados com saúde.

A GE, que concentrando esforços nos negócios tradicionais de manufatura ante as operações da divisão de finanças, divulgou nesta quinta-feira aumento de 8 por cento na receita industrial, mesmo com a receita geral do conglomerado ficando levemente abaixo da estimativa de Wall Street.

As ações da companhia subiam 1,5 por cento às 10h36 (horário de Brasília).

O presidente-executivo da GE, Jeff Immelt, quer focar a companhia ainda mais na fabricação de grandes bens industriais, conforme reduz a dependência do grupo em relação à unidade financeira GE Capital.

"O ambiente é consistente com nossas expectativas, com um viés positivo", disse Immelt em um comunicado.

O lucro líquido do primeiro trimestre caiu para 3 bilhões de dólares, ou 0,30 dólar por ação, ante 3,53 bilhões, ou 0,34 dólar por papel, um ano antes, quando a empresa teve seus resultados impulsionados pela venda da NBCUniversal.

Excluindo itens não recorrentes, o lucro operacional de 0,33 dólar por ação ficou um centavo acima da estimativa média de analistas, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita caiu 2,1 por cento, para 34,18 bilhões de dólares. Analistas esperavam 34,36 bilhões de dólares, em média.

A receita dos dois maiores segmentos industriais da GE, aviação e energia e água, subiram 14 por cento cada, enquanto a divisão de petróleo e gás teve alta de 27 por cento.

Como esperado, o segmento de transportes da GE que monta locomotivas teve performance fraca devido ao ambiente difícil para o setor de mineração.

A unidade de cuidados com a saúde, que produz uma série de máquinas de ressonância magnética e outros equipamentos, viu a receita cair 2 por cento, sendo que alguns analistas esperavam crescimento.