Inverno severo reduz vendas da DuPont para fazendas

quinta-feira, 17 de abril de 2014 10:57 BRT
 

17 Abr (Reuters) - A DuPont, que está fazendo um grande esforço no mercado agrícola, divulgou uma queda maior que o esperado de 3 por cento na receita trimestral uma vez que um inverno severo na América do Norte atrasou a plantação de safras.

As vendas no negócio de agricultura, o maior da DuPont, caiu 6 por cento, a primeira queda em dez trimestres, por uma demanda menor por sementes e herbicidas na América do Norte e por e plantações menores de milho no Brasil e na América do Norte.

O lucro operacional caiu 5 por cento para 1,44 bilhão de dólares no negócio de agricultura.

A DuPont, porém, manteve sua meta de lucro operacional de 4,20 dólares a 4,45 dólares por ação para o acumulado de 2014.

No primeiro trimestre, o lucro operacional cresceu em cinco das sete unidades da DuPont, incluindo biociências industriais, nutrição e saúde e negócios de materiais de desempenho.

Como parte da estratégia da companhia para se mover para negócios menos voláteis, a companhia está cindindo sua unidade de químicos de desempenho, que tem pesado sobre os resultados desde 2012 devido a preços fracos de um pigmento branco usado em pastas de dente, protetores solares e outros produtos.

O lucro líquido atribuível à DuPont caiu para 1,44 bilhão de dólares, ou 1,54 dólar por ação, no trimestre encerrado em 31 de março, ante 3,35 bilhões de dólares, ou 3,58 dólares por papel, no ano anterior.

Os lucros operacionais alcançaram 1,58 dólar por papel, em linha com previsões de analistas, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita caiu quase 3 por cento para 10,13 bilhões de dólares, ficando abaixo de estimativas de 10,45 bilhões de dólares no mercado.

A queda de 57 por cento no lucro líquido foi atribuível à venda do negócio de revestimento de desempenho da DuPont, que somou quase 2 bilhões de dólares ao mesmo período um ano antes.

(Por Swetha Gopinath e Kanika Sikka)