IDV vê aceleração das vendas no varejo do Brasil em abril e maio

quinta-feira, 17 de abril de 2014 20:10 BRT
 

Por Juliana Schincariol

RIO (Reuters) - As vendas no varejo do Brasil devem acelerar em abril e maio, depois de um mês de março mais fraco, segundo o Índice Antecedente de Vendas do Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IAV-IDV), divulgado nesta quinta-feira.

Em maio, o crescimento real estimado é de 8,2 por cento em na comparação anual. O Dia das Mães, comemorado no segundo domingo do mês que vem, é considerada a segunda melhor data para o varejo no país depois do Natal.

Já para este mês, as expectativas de vendas apontam alta de 7,2 por cento em relação ao mesmo mês de 2013, influenciada pela Páscoa.

A expectativa ocorre depois de um mês de março em queda das vendas do varejo nacional, que segundo o IDV subiram apenas 1,3 por cento, afetadas em parte por efeito calendário.

Mais cedo nesta quinta-feira, índice divulgado pela empresa de cartões Cielo apontou para forte desaceleração no crescimento das vendas em março, apesar de uma expansão de 6,8 por cento no primeiro trimestre.

De acordo com o vice-presidente do IDV, Fernando de Castro, um endurecimento na concessão de crédito por bancos privados e o aumento da inflação também tiveram impacto sobre o resultado de março.

"Há uma mudança no ritmo da inflação e o consumidor se retrai momentaneamente, sobretudo em relação a compras mais programadas", disse o executivo.

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,92 por cento em março, no maior avanço para o mês desde 2003.   Continuação...