Gigante de suínos WH Group diminui IPO e atrasa precificação

terça-feira, 22 de abril de 2014 08:52 BRT
 

HONG KONG, 22 Abr (Reuters) - O WH Group, maior empresa de carne suína do mundo, está diminuindo sua proposta de oferta pública inicial de ações (IPO) em Hong Kong e vai atrasar a precificação do negócio para a próxima semana, disseram fontes nesta terça-feira, em um movimento que pode ver a empresa chinesa levantar menos de 2 bilhões de dólares.

O plano inicial contemplava um IPO de até 5,3 bilhões de dólares, e a decisão reflete a volatilidade nos mercados de Hong Kong, que tem afetado o ​​apetite dos investidores por novas listagens na bolsa, disse uma das fontes, recusando-se a ser identificada porque o processo é confidencial.

O WH Group agora vai vender menos ações do que o inicialmente planejado para a oferta primária e não venderá ações de acionistas existentes, segundo publicou o IFR, serviço da Thomson Reuters, citando fontes próximas à empresa. Na oferta primária, os recursos da operação vão para o caixa da companhia.

O WH Group se recusou a comentar o assunto.

Sob o plano inicial, a empresa tinha oferecido 2,92 bilhões de novas ações, enquanto alguns de seus acionistas ofereceram 731 milhões de ações existentes, em uma faixa indicativa de 8 a 11,25 dólares de Hong Kong por papel.

A oferta revista abrangerá 10 por cento do capital social ampliado da companhia, disse a primeira fonte. Isso seria equivalente a cerca de 1,3 bilhão de novas ações, com base em suas 11,69 bilhões de ações existentes, de acordo com cálculos da Reuters.

No topo da faixa indicativa, o IPO revisto poderá ser avaliado em até 1,9 bilhão de dólares norte-americanos.

O WH Group e acionistas, incluindo o banco Goldman Sachs, a estatal de investimentos de Cingapura Temasek Holdings e CDH Investments, tinham originalmente planejado vender ações no negócio.

A precificação da oferta estava originalmente prevista para mais tarde nesta terça-feira, com a estreia da companhia na bolsa de Hong Kong em 30 de abril.

(Por Elzio Barreto e Fiona Lau)