Units da Via Varejo recuam mais de 5% após renúncia de CEO

terça-feira, 22 de abril de 2014 10:43 BRT
 

SÃO PAULO, 22 Abr (Reuters) - As units da Via Varejo, controlada do Grupo Pão de Açúcar (GPA) que atua no varejo de móveis e eletrodomésticos, recuavam mais de 5 por cento nesta terça-feira, após a empresa informar na última quinta-feira que o executivo Francisco Valim renunciou ao cargo de presidente da companhia.

Às 10h39, as units da Via Varejo caíam 5,48 por cento, a 22,59 reais, diante de variação negativa de 0,66 por cento do Ibovespa, índice do qual não fazem parte.

Valim foi eleito para ser presidente da Via Varejo no fim de agosto do ano passado, com mandato previsto para se encerrar em 21 de novembro deste ano.

Analistas da Elite Corretora afirmaram que a notícia é ruim para a companhia, no sentido de que "uma troca de CEO num período tão curto poder levantar dúvidas sobre possíveis conflitos de interesse e problemas de governança corporativa".

Para o lugar de Valim, o Conselho de Administração da Via Varejo elegeu Líbano Barroso, atual membro do Conselho e vice-presidente de desenvolvimento estratégico do GPA.

(Por Priscila Jordão)