China corta taxa de compulsório para bancos rurais

terça-feira, 22 de abril de 2014 11:50 BRT
 

PEQUIM, 22 Abr (Reuters) - O banco central da China anunciou na terça-feira que vai cortar a taxa de compulsório para bancos rurais entre 0,5 e 2 pontos percentuais, a mais recente de uma série de medidas para ajudar a combater a desaceleração da economia.

O BC cortará a taxa, ou volume de depósitos que os bancos têm que manter como reservas, em 2 pontos percentuais para bancos comerciais rurais e em 0,5 ponto percentual para cooperativas de crédito rural.

O corte entrará em vigor na sexta-feira, informou o BC em comunicado em seu site www.pbc.gov.cn.

Após os cortes, o compulsório para alguns bancos rurais chegará a 13 por cento, completou o BC.

O premiê chinês, Li Keqiang, já havia anunciado o corte na semana passada, mas sem dar detalhes. O anúncio de Li aconteceu no mesmo dia em que dados oficiais mostraram que a expansão da economia da China no primeiro trimestre foi a mais lenta desde o terceiro trimestre de 2012.

Também aconteceu apenas duas semanas depois de a China tomar a primeira medida neste ano para acelerar sua economia --redução dos impostos para pequenas empresas e aceleração do investimento em ferrovias.

"Os cortes ajudarão as instituições financeiras rurais a aumentarem sua força financeira e sua capacidade de sustentar o desenvolvimento rural", disse o banco central.

Em um comunicado separado mais tarde, o BC afirmou que os cortes não significam uma mudança na direção da política monetária em geral, que continuará prudente.

"O corte do compulsório para algumas instituições financeiras rurais não significa mudança na direção da política monetária prudente e não afetará as condições totais de liquidez no sistema bancário", disse o BC.

Alguns analistas acreditam que é uma questão de tempo para que a China adote medidas mais fortes para energizar a economia, como o relaxamento do compulsório para grandes bancos visando a liberar mais fundos na economia.

O BC da China define taxas de compulsório diferentes para os bancos, dependendo em parte do tamanho de seus negócios de empréstimo. A taxa é de 20 por cento para os bancos maiores, e chega a 16 por cento para os menores e rurais.

 
Sede do Banco Popular da China, banco central chinês, em Pequim. O banco central da China anunciou na terça-feira que vai cortar a taxa de compulsório para bancos rurais entre 0,5 e 2 pontos percentuais, a mais recente de uma série de medidas para ajudar a combater a desaceleração da economia. 3/04/2014. REUTERS/Petar Kujundzic