Grupo florestal chileno CMPC alerta que reforma tributária afetará investimento

terça-feira, 22 de abril de 2014 13:09 BRT
 

SANTIAGO, 22 Abr (Reuters) - A companhia florestal chilena CMPC informou nesta terça-feira que "provavelmente" vai revisar seus planos de investimento se uma reforma tributária no Chile avaliada pelo Congresso do país se tornar lei.

A reforma busca aumentar gradualmente o imposto no país para bancar uma revisão na educação. Isso inclui impostos maiores para empresas e eliminação de mecanismo pelo qual companhias podem obter isenções tributárias sobre reinvestimento de lucro.

"Uma grande parte do investimento que a companhia fez tem sido financiado pelo reinvestimento de lucros e estes incentivos vão terminar no final de 2017 se a reforma for aprovada", disse o presidente do conselho da CMPC Eliodoro Matte, em reunião geral da companhia.

"Provavelmente teremos que revisar nosso plano de investimento", afirmou.

A CMPC é uma das maiores companhias florestais da América Latina. Os produtos da empresa incluem madeira, celulose e papelão.

(Por Felipe Iturrieta)