Boeing divulga lucro ajustado mais alto e eleva previsão para 2014

quarta-feira, 23 de abril de 2014 13:15 BRT
 

SÃO PAULO, 23 Abr (Reuters) - A produção crescente de jatos ajudou a Boeing a registrar uma alta de 14 por cento no lucro líquido ajustado no primeiro trimestre, superando estimativas.

A companhia também elevou sua projeção para o ano inteiro.

Em uma base não ajustada, no entanto, o lucro da Boeing caiu 13 por cento para 965 milhões de dólares, ou 1,28 dólar por ação, recuo ante o resultado de 1,11 bilhão de dólares, ou 1,44 dólar por papel, um ano antes, conforme divulgado pela companhia nesta quarta-feira.

Analistas, porém, citaram uma forte geração de fluxo de caixa e o aumento de recompras de ações pela Boeing no trimestre como razões para que as ações subissem.

Eles também viram a elevação das margens operacionais para 11,8 por cento no negócio de aeronaves comerciais da Boeing como um sinal de força, mesmo que a carteira de pedidos tenha caído ante o começo do ano.

A receita subiu 8 por cento para 20,47 bilhões de dólares no primeiro trimestre encerrado em 31 de março, ante 18,89 bilhões de dólares um ano antes.

O lucro principal, que exclui custos de pensão entre outros, subiu para 1,76 dólar por ação ante 1,73 dólar por papel um ano antes. Mas o aumento foi de 14 por cento após a exclusão de um ganho não recorrente de 0,19 dólar por ação devido a um crédito fiscal de pesquisa e desenvolvimento contabilizado em 2013.

Para 2014, a companhia elevou sua previsão para o lucro principal para entre 7,15 e 7,35 dólares por ação, alta ante a projeção anterior de 7,00 a 7,20 dólares.

Esse aumento reflete um ganho com um acerto fiscal que será contabilizado no segundo trimestre, e a Boeing deixou as projeções para receita, fluxo de caixa operacional e entregas inalteradas para 2014.

As entregas de aviões comerciais subiram quase 18 por cento para 161 no último trimestre, ante 137 um ano atrás.

(Por Sweta Singh)