Receita do Facebook salta 72% no 1o tri por anúncios em aparelhos móveis

quarta-feira, 23 de abril de 2014 18:38 BRT
 

SAN FRANCISCO, 23 Abr (Reuters) - O negócio de publicidade em aparelhos móveis do Facebook continuou a acelerar nos três primeiros meses deste ano, ajudando a rede social a superar a receita trimestral prevista por Wall Street.

Reagindo ao resultado, as ações da companhia subiam quase 3 por cento em negociações no after-market nesta quarta-feira.

O Facebook disse nesta quarta que os anúncios móveis representaram 59 por cento de sua receita publicitária no primeiro trimestre, alta ante os 30 por cento no mesmo período do ano passado.

A receita total do Facebook cresceu 72 por cento na comparação anual, para 2,5 bilhões de dólares no primeiro trimestre, acima dos 2,36 bilhões esperados por analistas consultados pela Thomson Reuters I/B/E/S.

"Eles têm os produtos certos para o que anunciantes estão procurando, o que está se manifestando nos resultados", disse o analista da JMP Securities Ronald Josey.

Os anúncios que inserem mensagens de marketing pagas no fluxo de notícias de usuários impulsionaram o crescimento de receita da empresa e ampararam o preço de suas ações durante o último ano. Os anúncios são desenhados para as telas de smartphones e outros aparelhos móveis.

O Facebook também anunciou que o vice-presidente financeiro David Ebersman está renunciando ao cargo. Ele seguirá na empresa até setembro, sendo depois substituído por David Wehner, vice-presidente de Finanças Corporativas e Planejamento de Negócios.

A maior rede social do mundo divulgou que seu número total de usuários mensais ativos atingiu 1,28 bilhão em 31 de março, com 1,01 bilhão desses usuários acessando seu serviço em dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Os usuários do Facebook passaram mais tempo usando o serviço, com quase 62,7 por cento de seus usuários mensais acessando o site diariamente, contra 59,9 por cento no mesmo período do ano anterior.

A empresa disse que teve lucro líquido de 642 milhões de dólares no trimestre, ou 0,25 dólar por ação, ante 219 milhões dólares, ou 0,09 dólar por ação, em igual período de 2013. Excluindo certos itens, o Facebook afirmou ter tido lucro de 0,34 dólar por ação no primeiro trimestre.

(Por Alexei Oreskovic)