23 de Abril de 2014 / às 21:19 / 3 anos atrás

Bovespa tem 2a queda seguida por dado da China e alinhada com exterior

SÃO PAULO, 23 Abr (Reuters) - A Bovespa teve sua segunda baixa seguida nesta quarta-feira, refletindo dado que mostrou contração da atividade industrial da China e acompanhando os mercados externos, enquanto investidores voltam a atenção para a temporada de balanços de empresas brasileiras, que ganha ritmo.

O Ibovespa caiu 0,78 por cento, a 51.569 pontos. O giro financeiro do pregão totalizou 6,1 bilhões de reais.

A atividade industrial da China recuou pelo quarto mês seguido em abril, indicando fraqueza da segunda maior economia do mundo, de acordo com a pesquisa preliminar do Índice de Gerentes de Compras do HSBC/Markit.

Para o analista Luis Gustavo Pereira, da Guide Investimentos, a notícia pesou sobre as ações da mineradora Vale, que tem na China o principal destino de suas exportações. Os papéis da empresa caíram mais de 1 por cento.

O ajuste que o Ibovespa sofreu na véspera continuou nesta sessão, com o mercado ainda indefinido depois do rali recente, acrescentou o analista. "Parece que a bolsa está tomando fôlego para subir de novo ou que investidores estão esperando mais dados saírem. Há ainda cautela com a divulgação de resultados locais, que começa a tomar um pouco mais de corpo", afirmou.

Depois do fechamento do mercado nesta quarta, a fabricante de cosméticos Natura divulga seus números do primeiro trimestre. A siderúrgica Usiminas e o banco Bradesco, entre outras empresas, anunciam seus resultados na quinta-feira.

O Ibovespa ficou alinhado nesta sessão com as ações norte-americanas, que tiveram leve queda devido à pressão dos setores de telecomunicações e biotecnologia.

Por aqui, a produtora de carne bovina Marfrig e a operadora de telefonia Oi foram responsáveis pelas maiores baixas do índice deste pregão, com recuo de 4 por cento.

Os papéis das companhias do setor de construção Gafisa e MRV Engenharia também se sobressaíram na ponta negativa, depois de divulgarem números operacionais do primeiro trimestre na noite da véspera.

Analistas do Espírito Santo Investment Bank afirmaram que as vendas líquidas da Gafisa após cancelamentos foram fracas e a velocidade de vendas foi baixa. Apesar de terem elogiado os números da MRV, os analistas mostraram temores sobre a lucratividade da construtora e incorporadora. "Mantemos nossa recomendação 'neutra', baseada em preocupações sobre a lucratividade da companhia, em um momento em que prevemos uma tendência de queda no ROE (retorno sobre patrimônio líquido)", escreveram.

Na ponta positiva, o destaque foram as ações da Rossi Residencial. As ações da Eletropaulo também foram destaque, com alta de 2,6 por cento, após o governo federal ter fixado em 4,75 bilhões de reais o montante total que será repassado da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) às distribuidoras para cobrir os gastos com a compra de energia mais cara em fevereiro. A Eletropaulo receberá 450,5 milhões de reais.

Por Priscila Jordão

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below