Dólar cai 0,46% ante real com fluxo e BC, mas Ucrânia pesa

quinta-feira, 24 de abril de 2014 17:18 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO, 24 Abr (Reuters) - O dólar fechou em queda ante o real nesta quinta-feira, pelo segundo pregão seguido, diante do quadro de ingresso de recursos no Brasil e da constante atuação do Banco Central, apesar da aversão ao risco nos mercados externos devido a preocupações sobre a Ucrânia.

A moeda norte-americana perdeu 0,46 por cento, a 2,2158 reais na venda. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 750 milhões de dólares, menos da metade vista na média diária no mês, de 1,8 bilhão de dólares.

"Os fluxos para o Brasil continuam fortes e o BC continua colocando mais dólares no mercado. Parece que vai utilizar o câmbio como uma ferramenta para não haver pressão sobre os preços", disse o gerente de câmbio da corretora Treviso, Reginaldo Galhardo.

O mercado doméstico tem visto amplas entradas de recursos recentemente, tanto via investimentos estrangeiros diretos quando em portfólio. Só na semana passada, o superávit ficou em 2,375 bilhões de dólares.

Pela manhã, o BC deu continuidade às intervenções diárias vendendo a oferta total de até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólares. Foram 1,2 mil contratos para 1º de dezembro deste ano e 2,8 mil para 2 de março do próximo, com volume equivalente a 198,2 milhões de dólares

Em seguida, também vendeu a oferta total de até 10 mil swaps em leilão para rolagem dos contratos que vencem em 2 de maio. Até agora, o BC já rolou cerca de 74 por cento do lote total, que corresponde a 8,733 bilhões de dólares.

No fim da manhã, as preocupações geopolíticas com a Ucrânia limitaram as perdas da divisa e chegaram a fazê-la subir a 2,2290 reais na máxima, alta de 0,13 por cento.

"A situação na Ucrânia continua preocupando o mercado, e mexeu com as moedas lá fora", disse o operador de câmbio da corretora B&T, Marcos Trabbold.   Continuação...