Ações do Japão recuam apesar de varejo, China também cai

segunda-feira, 28 de abril de 2014 07:24 BRT
 

Por Lisa Twaronite

TÓQUIO, 28 Abr (Reuters) - As ações japonesas e chinesas recuaram nesta segunda-feira em uma sessão marcada pela cautela na Ásia em meio à crescente tensão na Ucrânia, que mantinha o baixo apetite por risco.

Rebeldes pró-Rússia exibiram no domingo observadores europeus detidos por eles no leste da Ucrânia, liberando um mas afirmando que não tinham planos de liberar outros sete conforme Estados Unidos e Europa preparavam novas sanções contra Moscou.

Às 7h20 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão tinha oscilação negativa de 0,09 por cento.

O índice de Xangai começou a semana com o quarto dia seguido de perdas ao terminar em queda de 1,62 por cento, depois que a mídia estatal informou que o presidente Xi Jinping afirmou em reunião do politburo na sexta-feira que as atuais políticas fiscais e monetárias permanecerão basicamente inalteradas.

Já o iene mais forte ajudou o japonês Nikkei a recuar 1 por cento, apesar de dados divulgados antes da abertura do mercado terem mostrado que as vendas no varejo subiram em março no ritmo mais rápido em 17 anos, antes de um aumento do imposto sobre vendas.

Veja o desempenho das bolsas da região:

PONTUAÇÃO VARIAÇÃO % Nikkei 14.288 -0,98% Hong Kong 22.132 -0,41% Xangai 2.003 -1,62% Seul 1.969 -0,12% Taiwan 8.809 +0,41% Cingapura 3.242 -0,76% Sydney 5.536 +0,09%