Economia britânica tem ritmo mais forte em mais de 6 anos no 1º tri

terça-feira, 29 de abril de 2014 09:12 BRT
 

LONDRES, 29 Abr (Reuters) - A economia britânica registrou no início de 2014 seu crescimento anual mais forte em mais de seis anos, apesar de ficar um pouco abaixo das estimativas, mostraram dados oficiais nesta terça-feira.

Mas a economia ainda está menor do que seu pico antes da recessão de 2008-2009, reforçando o porquê de o banco central britânico vir dizendo que não elevará as taxas de juros rapidamente.

A produção cresceu 3,1 por cento no primeiro trimestre em comparação com o mesmo período de 2013, maior alta desde o final de 2007, informou a Agência Nacional de Estatísticas.

O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,8 por cento na comparação com o trimestre imediatamente anterior, acima da expansão trimestral de 0,7 por cento registrado nos últimos três meses do ano passado.

Pesquisa Reuters estimava crescimento de 3,2 por cento na comparação anual e de 0,9 por cento na trimestral.

"Os números de hoje mostram que a Grã-Bretanha está voltando", disse o ministro das Finanças, George Osborne, em comunicado. "Mas não podemos dar como certo. Temos que continuar trabalhando em nosso plano econômico de longo prazo."

A produção de serviços, que responde por mais de três quartos do PIB, subiu 0,9 por cento no primeiro trimestre depois de crescer 0,8 por cento no último trimestre de 2013. Foi a expansão mais rápida do setor desde o terceiro trimestre de 2012.

Já a produção industrial avançou 0,8 por cento, crescimento mais forte desde o segundo trimestre de 2010. A construção, que responde por cerca de 6 por cento do PIB, cresceu 0,3 por cento.

O economista do Deutsche Bank George Buckley, afirmou ser encorajador que todos os três setores estejam se expandindo.   Continuação...