Comissão de Ética da Presidência convoca Cerveró a explicar Pasadena

terça-feira, 29 de abril de 2014 19:48 BRT
 

29 Abr (Reuters) - A Comissão de Ética Pública deu nesta terça-feira prazo de dez dias para que o ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró dê explicações sobre sua participação na compra de uma refinaria pela estatal em Pasadena, nos Estados Unidos.

O negócio foi aprovado pelo Conselho de Administração da estatal, à época presidido pela presidente Dilma Rousseff, então ministra-chefe da Casa Civil. Em nota, Dilma disse que o negócio foi aprovado pelo conselho com base num resumo técnico falho produzido pela área internacional da Petrobras.

De acordo com nota da Comissão de Ética, Cerveró, que deixou uma diretoria da BR Distribuidora após o surgimento da polêmica sobre a refinaria de Pasadena, terá de se explicar sobre "a sonegação de dados relevantes ao conselho de administração da Petrobras referente à aquisição da refinaria de Pasadena no Texas".

A compra da refinaria, juntamente com outras denúncias de irregularidades na Petrobras, levou a oposição no Senado a conseguir as assinaturas necessárias para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a empresa, que deve ser instalada na próxima semana, após uma batalha sobre o alcance da investigação no Supremo Tribunal Federal (STF).

(Por Eduardo Simões)