Moagem de cana no centro-sul cresce 71% no início da safra, diz Unica

quarta-feira, 30 de abril de 2014 14:01 BRT
 

SÃO PAULO, 30 Abr (Reuters) - A moagem de cana do centro-sul do Brasil saltou 71,45 por cento no acumulado da safra 2014/15, até 16 de abril, na comparação com o mesmo período do ano passado, com ajuda do clima mais seco neste começo da temporada, o que impulsionou a produção de açúcar e etanol.

A produção de açúcar no acumulado da safra avançou 120 por cento, para 538,8 mil toneladas, disse a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) nesta quarta-feira. Enquanto isso, a produção de etanol teve um salto de 80 por cento, para 667 milhões de litros.

A moagem de cana na primeira quinzena do mês somou para 16,4 milhões de toneladas, contra 9,5 milhões no mesmo período de 2013.

A safra do centro-sul, região que responde por 90 por cento da produção nacional, teve início oficialmente em 1º de abril, embora algumas usinas tenham antecipado a moagem por necessidades de caixa e preços mais firmes do etanol em março.

Segundo a Unica, até o final da primeira quinzena, 153 unidades industriais estavam em operação, ante 155 do mesmo período no ano passado.

"Esse número de usinas ligeiramente inferior ao observado em 2013 foi compensado pelo clima mais seco verificado nesse ano e, portanto, não impactou o volume de cana processado no período", disse o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, em nota.

A expectativa da Unica é que até o final de abril cerca de 90 por cento das unidades produtoras estejam em operação na região centro-sul, acrescentou o executivo.

Neste começo de temporada, as usinas elevaram o percentual de cana destinada à produção de açúcar, que atingiu o equivalente 33,28 por cento, contra 29,20 por cento no mesmo intervalo do ano passado.

No ano passado, devido ao clima mais chuvoso no início da safra 2013/14, a fabricação do açúcar no início da safra foi comprometida.   Continuação...

 
Trabalhadores colhem cana em uma fazenda em Maringá. A moagem de cana do centro-sul do Brasil saltou 71,45 por cento no acumulado da safra 2014/15, até 16 de abril, na comparação com o mesmo período do ano passado, com ajuda do clima mais seco neste começo da temporada, o que impulsionou a produção de açúcar e etanol. 13/05/2011 REUTERS/Rodolfo Buhrer/La Imagem