Alta da Alstom compensa Ucrânia e EUA e ações europeias ficam estáveis

quarta-feira, 30 de abril de 2014 14:26 BRT
 

Por Alistair Smout

LONDRES, 30 Abr (Reuters) - Notícias de mais acordos corporativos fizeram as ações europeias terminarem no zero a zero nesta quarta-feira, mesmo diante do aumento da tensão na Ucrânia e de dados fracos de crescimento nos Estados Unidos.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, fechou estável, a 1.352 pontos. Na terça-feira, havia subido 1,2 por cento, ao maior nível de fechamento desde 4 de abril.

A ação da Alstom saltou 9,3 por cento depois de informar que vai estudar a oferta da General Electric por seu braço de energia até o fim de maio, ao mesmo tempo deixando a porta aberta para a oferta da alemã Siemens.

Mas o índice foi pressionado pelos dados de PIB dos Estados Unidos, que vieram bem abaixo das expectativas.

Os investidores também relutaram em fazer grandes apostas antes do fim da reunião do Federal Reserve, banco central norte-americano, ainda nesta quarta-feira.

Além disso, mostraram preocupação com a situação na Ucrânia, onde homens armados pró-Rússia tomaram controle de áreas do leste industrial do país sem grande oposição da polícia.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,15 por cento, a 6.780 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,2 por cento, para 9.603 pontos.   Continuação...