Copel contrata quase 19% da energia negociada no leilão A-0

quarta-feira, 30 de abril de 2014 17:39 BRT
 

SÃO PAULO, 30 Abr (Reuters) - A distribuidora de energia paranaense Copel contratou a maior parte da energia negociada no leilão A-0 desta quarta-feira, o equivalente a quase 19 por cento do volume total contratado, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

A concessionária tinha uma das maiores necessidades de contratação de energia no leilão. Ao contratar energia no certame, a Copel deverá reduzir os gastos que estava tendo no curto prazo para comprar energia mais cara, em momento de forte geração termelétrica.

A distribuidora Elektro, que atua no Estado de São Paulo e pertence ao grupo espanhol Iberdrola, contratou 10,35 por cento do total negociado no leilão.

As outras grandes compradoras no leilão de energia existente foram CEEE-D (RS), com 6 por cento do total; RGE (RS), do grupo CPFL Energia, com 5,9 por cento do total; e a Celpa (PA), da Equatorial Energia, com 5,5 por cento do total.

A Light (RJ) contratou 5 por cento do total negociado e a Cemig comprou 4,7 por cento.

No total, 40 distribuidoras contrataram 2.046 MW médios de energia no leilão, cobrindo cerca de 85 por cento da necessidade de contratação das distribuidoras.

O preço da energia contratada no leilão A-0, que ficou em média em 268,33 reais por megawatt-hora, já será considerado nos reajustes tarifários das distribuidoras de energia que ainda não passaram pelo processo este ano. Esse é o caso de Copel, Light e Elektro, por exemplo.

(Por Anna Flávia Rochas)