Crescimento da atividade industrial dos EUA tem leve desaceleração em abril

quinta-feira, 1 de maio de 2014 15:18 BRT
 

NOVA YORK, 1 Mai (Reuters) - A atividade industrial dos Estados Unidos desacelerou pelo segundo mês consecutivo em abril, embora a taxa de crescimento tenha permanecido forte, mostrou nesta quinta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

A empresa de dados financeiros Markit disse que seu índice PMI final da indústria dos EUA ficou em 55,4 em abril, ligeira queda em relação aos 55,5 de março, mas igual à leitura preliminar divulgada na semana passada.

Resultados acima de 50 indicam expansão do setor.

Embora o índice tenha permanecido abaixo do nível de fevereiro, que foi o mais alto desde maio de 2010, o resultado ficou confortavelmente acima da leitura de 53,7 de janeiro, sugerindo que os efeitos do inverno rigoroso que assolou os EUA começaram a desaparecer.

O subíndice de emprego caiu para 53,7 ante 53,9 em março, menor nível em três meses, disse o Markit, embora o componente de produção tenha avançado para 58,2 ante 57,5. O componente de novas encomendas também subiu na comparação mensal.

"O aumento da produção industrial e novas encomendas apontados pela pesquisa sinalizam que a economia deve se recuperar depois do crescimento desapontador de 0,1 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) na taxa anualizada visto no primeiro trimestre", disse Chris Williamson, economista-chefe do Markit.

(Por Ryan Vlastelica)