MAN volta ao lucro com aumento da demanda europeia por caminhões

segunda-feira, 5 de maio de 2014 07:16 BRT
 

BERLIM, 5 Mai (Reuters) - A fabricante alemã de caminhões MAN SE voltou ao lucro no primeiro trimestre com a recuperação econômica da Europa elevando a demanda por veículos ​​comerciais pesados.

O lucro operacional cresceu para 68 milhões de euros (94,3 milhões de dólares), ante prejuízo de 98 milhões de euros um ano antes, disse o grupo nesta segunda-feira, ficando abaixo de uma previsão de 104 milhões de euros em pesquisa da Reuters com analistas.

As vendas trimestrais de veículos comerciais pesados de pelo menos 16 toneladas subiram 11,9 por cento em toda a União Europeia excluindo Malta para 52.300 modelos, divulgou a associação da indústria automobilística com sede em Bruxelas, ACEA, no mês passado.

Mas a MAN, de propriedade da Volkswagen, alertou para uma ressaca nos principais mercados europeus, onde as empresas no ano passado correram para comprar caminhões mais velhos, porém mais baratos, à frente de mudanças nas regras para emissões, contando com o aumento da demanda na Rússia e na Índia.

"Estamos cautelosamente otimistas em relação ao ano fiscal e os nossos números financeiros do primeiro trimestre reforçam essa perspectiva", disse o presidente-executivo Georg Pachta-Reyhofen em comunicado.

A MAN, que também fabrica motores a diesel e turbinas, espera que o lucro operacional para o ano inteiro mostre um "aumento significativo" ante os 475 milhões de euros alcançados em 2013, mantendo meta publicada em março.

As vendas do grupo podem ficar ligeiramente abaixo dos 15,7 bilhões de euros de 2013, disse a MAN.

(Por Andreas Cremer)