Crescimento do setor de serviços dos EUA desacelera em abril, mostra PMI

segunda-feira, 5 de maio de 2014 11:02 BRT
 

NOVA YORK, 5 Mai (Reuters) - O crescimento do setor de serviços dos Estados Unidos teve leve desaceleração em abril, mostrou o Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) nesta segunda-feira, e o ritmo de criação de emprego diminuiu pelo quarto mês seguido, para o ritmo mais lento em mais de um ano.

A empresa de dados financeiros Markit informou que o PMI final de serviços dos EUA caiu para 55,0 em abril ante 55,3 em março, embora o número tenha vindo levemente acima da leitura preliminar de 54,2 divulgada no final do mês passado. Uma leitura acima de 50 indica crescimento.

"O PMI final de serviços veio mais alto do que a leitura preliminar e sinaliza apenas uma desaceleração muito pequena na taxa de expansão em comparação a março", disse Chris Williamson, economista-chefe do Markit.

Empregadores do setor de serviços, que responde por cerca de três quartos do mercado de trabalho dos EUA, continuaram a acrescentar empregados mas no ritmo mais lento desde março de 2013. O índice final de empregos alcançou 51,2 em abril, ante 51,8 em março.

O PMI Composto final do Markit, que leva em conta os índices de serviços e indústria, caiu para 55,6 em abril ante 55,7 em março. A leitura preliminar foi de 54,9.