Empresas da zona do euro iniciam 2º tri de forma sólida, mostra PMI

terça-feira, 6 de maio de 2014 07:47 BRT
 

6 Mai (Reuters) - As empresas da zona do euro começaram o segundo trimestre de forma sólida com a atividade acelerando no ritmo mais rápido em quase três anos, mostrou nesta terça-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), sugerindo uma recuperação generalizada no bloco.

Enquanto a Alemanha continua a liderar, as empresas na Espanha e na Irlanda cresceram no ritmo mais rápido desde antes da crise financeira.

O Markit informou que seu PMI Composto indica crescimento de 0,5 por cento no segundo trimestre, o que o seria o mais forte em três anos.

O PMI Composto, considerado uma boa medida de crescimento, avançou para 54,0 em abril, como esperado por economistas, ante 53,1 em março. Ele permanece acima da marca de 50 que divide crescimento de contração há 10 meses.

As novas encomendas garantiram o impulso, com o subíndice relacionado avançando para máxima de 35 meses, a 52,7 em abril, ao mesmo tempo em que as empresas contrataram no ritmo mais rápido desde setembro de 2011.

"O PMI final confirma... que a zona do euro começou o segundo trimestre com o crescimento mais rápido visto em três anos", disse Chris Williamson, economista-chefe do Markit.

O índice para o setor de serviços da zona do euro subiu para a máxima de 34 meses de 53,1 em abril ante 52,2 em março graças a uma alta nos novos negócios para o maior nível desde junho de 2011, além de um leve aumento no emprego.

Para mais informações, veja a matéria em inglês:

(Reportagem de Sumanta Dey)