IPC-Fipe desacelera alta para 0,53% em abril

terça-feira, 6 de maio de 2014 07:59 BRT
 

SÃO PAULO, 6 Mai (Reuters) - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo fechou abril com alta de 0,53 por cento, depois de subir 0,74 por cento em março, pressionado pelos preços de Alimentação, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta terça-feira.

Na terceira quadrissemana de abril, o IPC-Fipe tinha subido 0,57 por cento.

O resultado final de março ficou praticamente em linha com a expectativa em pesquisa da Reuters, cuja mediana apontava alta de 0,54 por cento.

De acordo com a Fipe, o grupo com maior peso sobre a variação do índice foi Alimentação, com 0,2809 ponto percentual, após registrar alta de 1,23 por cento em abril, ante avanço de 2,00 por cento no mês anterior.

Também teve destaque o grupo Despesas Pessoais, segundo maior peso, com alta de 1,00 por cento, representando 0,1186 ponto percentual.

De olho nos preços de alimentos, de serviços e da energia elétrica, o mercado aguarda a divulgação na sexta-feira dos dados de abril do IPCA, índice que baliza o regime de meta da inflação do governo. Diante do cenário de inflação pressionada, o Banco Central há um ano vem elevando a Selic, atualmente em 11 por cento.

A divulgação do IPC-Fipe referente à primeira quadrissemana de maio ocorrerá em 12 de maio.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

(Por Camila Moreira)