Presidente francês diz que GE precisa melhorar proposta por Alstom

terça-feira, 6 de maio de 2014 10:49 BRT
 

PARIS, 6 Mai (Reuters) - O presidente da França, François Hollande, disse que a oferta da General Electric pelo negócio de energia da Alstom não é aceitável tal como está, e que o objetivo do governo é obter melhores propostas.

"A oferta não é boa o suficiente, não é aceitável", disse Hollande à RMC Radio nesta terça-feira.

Questionado sobre a possibilidade do Estado, atual detentor de cerca de 1 por cento da Alstom, aumentar sua participação no enfraquecido grupo de engenharia, ele disse: "Por enquanto eu prefiro obter melhores ofertas."

A Alstom disse na semana passada que estava revendo a oferta da GE de 16,9 bilhões de dólares por seu braço de energia, embora não tenha recusado uma oferta rival da alemã Siemens.

O ministro francês da Economia, Arnaud Montebourg, também saiu contra a oferta da GE na segunda-feira, mas abriu a porta para um acordo que também combinasse os negócios ferroviários das duas empresas.

"Em sua forma atual, infelizmente não podemos dar apoio às propostas que você tem feito exclusivamente com base na aquisição de atividades de energia da Alstom", escreveu Montebourg em uma carta ao presidente-executivo da GE, Jeff Immelt.

As ações da Alstom caíam 1,65 por cento às 10h48 (horário de Brasília).

(Por Mark John e Ingrid Melander)