Repsol conclui saída da Argentina com venda de fatia na YPF por US$1,3 bi

quarta-feira, 7 de maio de 2014 12:08 BRT
 

MADRI, 7 Mai (Reuters) - A petroleira espanhola Repsol deu adeus a 15 anos de negócios na Argentina nesta quarta-feira com a venda de fatia na empresa de energia YPF por 1,3 bilhão de dólares, abrindo uma nova era em que provavelmente irá focar em aquisições.

A venda, que ocorre após um acordo de 5 bilhões de dólares com o governo argentino sobre a expropriação de 51 por cento da YPF realizada em 2012, encerra um capítulo espinhoso da história da companhia espanhola.

A Repsol disse que está buscando oportunidades de crescimento em exploração e produção para elevar sua produção de hidrocarbonetos. A YPF já representou mais da metade da produção da Repsol.

"Nós vemos o desinvestimento (na YPF) como um movimento sensato... e a entrada de caixa irá elevar as expectativas de que a Repsol está perto de reinvestir em uma oportunidade de aquisição", disseram analistas do Deutsche Bank.

O presidente do Conselho da Repsol, Antonio Brufau, já disse que a companhia irá buscar crescimento em países desenvolvidos membros da OCDE, com analistas apostando em Estados Unidos, Canadá e Noruega como mercados alvo.

Em um comunicado ao mercado nesta quarta-feira, a Repsol disse que irá ter um ganho de capital de 622 milhões de dólares antes de impostos com a venda de 11,86 por cento da YPF, o que deixa a espanhola com uma participação de menos de 0,5 por cento na empresa argentina.

(Por Tracy Rucinski; reportagem adicional de Andres Gonzalez em Madri e Freya Berry em Londres)