Ecorodovias vê contínua melhora de margens em rodovias com pedágio na BR-101

quarta-feira, 7 de maio de 2014 12:34 BRT
 

SÃO PAULO, 7 Mai (Reuters) - A Ecorodovias acredita que as margens no segmento de concessões rodoviárias continuarão melhorando neste ano com o início da cobrança de pedágio no trecho da BR-101 administrado pela concessionária ECO101, da empresa, afirmaram executivos da companhia em teleconferência com analistas nesta quarta-feira.

A Ecorodovias assumiu a concessão do trecho da BR-101, no Espírito Santo, em abril do ano passado, mais de um ano após ter vencido o leilão, e espera iniciar a cobrança do pedágio neste mês.

Marcello Guidotti, diretor de finanças e de relações com investidores da Ecorodovias, ressaltou que com isso, a concessão passará a gerar receita, influenciando nas margens.

"Daqui uma semana (a ECO101) vai gerar receita, e vai agregar margem positiva", afirmou.

No primeiro trimestre, a margem Ebitda de concessões rodoviárias ficou em 73,5 por cento, sem considerar a ECO101, ante 72,5 por cento um ano atrás. A margem Ebitda total da empresa ficou 87,7 por cento.

O presidente da Ecorodovias, Marcelino de Seras, afirmou que as expectativas para o tráfego de veículos na ECO101 são boas, mas ressaltou que pode haver um pequeno adiamento no início da cobrança de pedágio.

"Estava previsto para o dia 10 (de maio), mas a data pode ser estendida para dia 17, em função de uma comunicação entre ministérios", disse.

Sobre a Ecoporto Santos, os executivos ressaltaram que mantém os planos de reduzir os custos e elevar receitas, mesmo com o cenário de concorrência ainda forte, após a inauguração das operações da Embraport e da BTP no Porto de Santos.

(Por Roberta Vilas Boas)