Eletropaulo tem prejuízo de R$183,5 mi no 1º tri por gastos com energia

quarta-feira, 7 de maio de 2014 19:59 BRT
 

SÃO PAULO, 7 Mai (Reuters) - A distribuidora de energia Eletropaulo teve um prejuízo líquido de 183,5 milhões de reais no primeiro trimestre, prejudicada por aumento com gastos com compra de energia que somaram 1,68 bilhão de reais no período.

Os gastos com energia comprada para revenda tiveram um aumento de 17,3 por cento ante o mesmo período de 2013, já que houve elevação de 13,7 por cento no preço da energia comprada e de 5,9 por cento nos volumes adquiridos.

A despesa com energia foi em parte compensada por recursos repassados via Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) no montante de 742,6 milhões de reais.

As despesas operacionais totais da distribuidora somaram 2,28 bilhões de reais, aumento de 13,1 por cento.

Esses custos colaboraram para que a empresa registrasse um Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) negativo de 166 milhões de reais no primeiro trimeste, ante Ebitda positivo de 128,1 milhões de reais nos primeiros três meses do ano passado.

Excluindo os efeitos da variação dos custos de energia que não são gerenciáveis pela distribuidora (Parcela A), a empresa teria registrado um lucro líquido ajustado de 89,6 milhões de reais no primeiro trimestre, ante prejuízo de 19,9 milhões de reais no mesmo período de 2013. O Ebitda ajustado seria de 330,2 milhões de reais, aumento de 56,7 por cento.

MERCADO

A Eletropaulo teve aumento de 3,5 por cento no mercado total na área de concessão da companhia, diante do maior consumo da classe comercial (+8,4 por cento), aumento das temperaturas médias registradas e bom desempenho do comércio no Estado de São Paulo.

A empresa reduziu as perdas não técnicas, relacionadas ao furto de energia, em 2,5 por cento.

A receita líquida da Eletropaulo teve uma queda de 1,7 por cento no primeiro trimestre para 2,25 bilhões de reais.

(Por Anna Flávia Rochas; Edição de Luciana Bruno)