Crescimento da produção de emergentes tem leve aumento em abril, diz HSBC

quinta-feira, 8 de maio de 2014 07:54 BRT
 

LONDRES, 8 Mai (Reuters) - A atividade empresarial em mercados emergentes cresceu levemente em abril após quatro meses de declínio da expansão, mas a produção caiu em todas as economias dos Brics, mostrou nesta quinta-feira pesquisa do HSBC.

O índice composto de indústria e serviços para mercados emergentes do HSBC subiu para 50,4 ante 50,3 em março, mas permaneceu bem abaixo da tendência de longo prazo de 53,9.

Os dados mostraram produção em declínio nas quatro maiores economias --Brasil, Rússia, Índia e China--, que ficaram abaixo da marca de 50 que separa expansão de contração.

Com base em dados de gerentes de compras em cerca de 8 mil empresas em 17 países, a pesquisa mostrou que a produção industrial em mercados emergentes ficou amplamente estagnada em abril, enquanto o crescimento da atividade de serviços não mostrou alteração ante a fraca taxa de março.

"Grandes economias de Rússia, Turquia, Polônia a África do Sul, todas perderam ímpeto", disse Murat Ulgen, economista-chefe do HSBC para Europa central e do leste e África subsaariana, em comunicado.

O índice de produção futura, que acompanha as expectativas das empresas para a atividade nos próximos 12 meses, atingiu nova mínima em abril, refletindo principalmente forte enfraquecimento nas expectativas de produção no Brasil e no México e o sentimento mais fraco na China até agora em 2014.

O índice do HSBC é calculado usando dados produzidos pelo Markit.

(Reportagem de Carolyn Cohn)