Lucro da Estácio sobe 90% e supera estimativas

quinta-feira, 8 de maio de 2014 20:51 BRT
 

Por Juliana Schincariol

RIO (Reuters) - O lucro líquido da companhia de educação Estácio Participações cresceu 89 por cento no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado e ficou acima das expectativas no mercado, com nova captação recorde de alunos.

Contribuíram para o resultado, aumento da receita líquida de mais de 30 por cento no período e ganho de eficiência na linha de custos e despesas, disse a rede de ensino privado nesta quinta-feira.

O lucro líquido entre janeiro e março foi de 125,8 milhões de reais, ante 66,6 milhões um ano antes. A média das estimativas de analistas obtidas pela Reuters apontava para lucro de 103,7 milhões de reais.

A empresa contabilizou 134,7 mil novos alunos matriculados em seus cursos de graduação presencial e à distância no trimestre. A base total de alunos em instalações que operam há pelo menos um ano cresceu 19,3 por cento contra o ano anterior.

Os números da graduação já contam com 6,7 mil alunos que se transferiram para a Estácio, vindos da Gama Filho e da Universidade, instituições que foram descredenciadas pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), mas tiveram apenas parte da mensalidade já faturadas no primeiro trimestre.

O valor médio de pagamento dos alunos aumentou 10 por cento e se manteve estável na modalidade à distância, disse a Estácio.

Assim, a receita líquida da companhia foi de 538,2 milhões de reais, alta de 30,2 por cento sobre o ano anterior, disse a Estácio.

As despesas gerais e administrativas subiram 23,4 por cento, para 64,4 milhões de reais, representando 12 por cento da receita líquida, uma melhora de 0,6 ponto percentual em relação ao mesmo período de 2013. A provisão para calotes subiu 3,1 por cento, 16,4 milhões de reais.

O Ebtida (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 48,6 por cento na mesma base de comparação, a 129,4 milhões. A margem cresceu 21,1 para 24,1 por cento.