Credit Suisse diz fazer tudo que pode para obter acordo sobre investigação

sexta-feira, 9 de maio de 2014 12:05 BRT
 

ZURIQUE, 9 Mai (Reuters) - O Credit Suisse está fazendo tudo que pode para alcançar um acordo com autoridades dos Estados Unidos que estão investigando se e como seus executivos de private bank ajudaram norte-americanos ricos a sonegar impostos, executivos irão dizer a acionistas do banco nesta sexta-feira.

"Estamos fazendo tudo que podemos para resolver esta questão dentro da estrutura jurídica dos EUA e da Suíça, do melhor jeito possível e dentro de um tempo adequado", dirá o presidente do Conselho de Administração do Credit Suisse, Urs Rohner, na assembleia anual de acionistas do banco suíço, segundo falas preparadas e divulgadas antes da assembleia.

No entanto, nem Rohner nem o presidente-executivo Brady Dougan vão comentar detalhes específicos das conversas com autoridades dos EUA, de acordo com as falas preparadas.

Segundo uma fonte familiarizada com o assunto, as conversas envolvem o pagamento de até 1,6 bilhão de dólares pelo banco para resolver uma investigação do Departamento de Justiça.

"Até onde o banco cometeu erros, ele precisa assumir a responsabilidade", dirá Rohner na assembleia.

(Por Katharina Bart)