Emissão de ações do Credit Suisse para pagar bônus a executivos é aprovada

sexta-feira, 9 de maio de 2014 14:54 BRT
 

ZURIQUE, 9 Mai (Reuters) - A decisão do Credit Suisse de emitir ações para pagar bônus aos funcionários recebeu o apoio de acionistas por margem estreita nesta sexta-feira, em meio à forte críticas à política de remuneração do banco suíço.

O pagamento a executivos é tema delicado no setor bancário e representa a mais recente série de problemas para o segundo maior banco da Suíca. A instituição elevou o pagamento ao presidente-executivo Brady Dougan em mais de um quarto no ano passado.

O aumento foi dado apesar do Credit Suisse não ter conseguido atingir todas as suas metas de performance e impulsioar suas reservas para lidar com uma investigação dos Estados Unidos sobre seu papel em ajudar norte-americanos ricos a sonegar impostos.

Em sua assembleia anual de acionistas nesta sexta-feira, a votação sobre a emissão de ações para pagar bônus conseguiu um pouco mais de dois terços dos votos para ser aprovada. Cerca de 30 por cento dos investidores ficaram contra o movimento, mais do que os cerca de 25 por cento que votaram contra em medida similar no ano passado.

Antes da votação, os grupos acionistas Actares, Ethos e ZCapital demonstraram se opor a proposta, assim como o influente grupo de consultoria dos EUA, ISS.

Um pouco mais de 16 por cento dos acionistas também votaram contra uma proposta de plano de compensação, que inclui um pagamento de 9,8 milhões de francos suíços ao CEO Dougan. O plano recebeu o apoio de 81,3 por cento dos acionistas.

(Por Joshua Franklin)