Resultados de empresas italianas impulsionam ações europeias

segunda-feira, 12 de maio de 2014 14:22 BRT
 

Por Francesco Canepa

LONDRES, 12 Mai (Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta segunda-feira, impulsionadas por balanços fortes de companhias italianas incluindo UniCredit, maior banco do país, e por notícias sobre fusões e aquisições.

O sentimento também foi amparado por especulações renovadas sobre estímulos monetários do Banco Central Europeu após declarações do presidente do banco central da Áustria, Ewald Nowotny.

O FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações do continente, subiu 0,67 por cento, para 1.364 pontos, após chegar a atingir no intradia a máxima desde maio de 2008, a 1.365 pontos.

Resultados melhores do que as estimativas do mercado dos bancos italianos UniCredit e Banca Popolare di Milano, além da operadora de aeroportos e autoestradas Atlantia, reforçaram o otimismo sobre a recuperação na terceira maior economia da zona do euro.

As ações italianas, junto a seus pares em Espanha, Portugal e Grécia, têm tido desempenho melhor do que bolsas de países do centro da Europa, como Alemanha e França, ao longo do ano, catapultadas por dados econômicos melhores.

O UniCredit voltou a lucrar no primeiro trimestre de 2014, com a inadimplência caindo pela primeira vez desde 2008, enquanto os resultados trimestrais da Atlantia mostraram recuperação no tráfego.

Nesta segunda-feira, o papel da francesa Alstom também saltou após a Alemanha informar que vai apoiar a aquisição pela Siemens.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,55 por cento, a 6.851 pontos.   Continuação...