Bush e Merkel defendem solução diplomática para Irã

sábado, 10 de novembro de 2007 17:07 BRST
 

CRAWFORD, Texas (Reuters) - O presidente norte-americano, George W. Bush, e a primeira-ministra alemã, Angela Merkel, disseram no sábado que buscarão uma solução diplomática para o programa nuclear iraniano.

"O que o regime iraniano precisa entender é que continuaremos a trabalhar juntos para resolver esse problema diplomaticamente, o que significa que eles continuarão a ficar isolados", disse Bush.

Bush sugeriu no mês passado que, se o Irã se armar nuclearmente, poderá causar a Terceira Guerra Mundial, o que alarmou alguns aliados europeus.

Merkel disse que, caso não haja sinais de progresso na conversação com o Irã, então "precisamos pensar em mais sanções".

Se o Conselho de Segurança da ONU anunciar mais sanções, será "a mensagem mais clara" que pode ser enviada ao Irã, disse ela, com a ajuda de um intérprete.

"No centro de todos os nossos esforços, devem estar as sanções que serão impostas pelo conselho de Segurança das Nações Unidas", disse ela.

O Irã se recusou a interromper seu programa de enriquecimento de urânio, mesmo com as sanções da ONU, e nega que queira produzir bombas atômicas, afirmando que o programa visa gerar energia.

(Por Tabassum Zakaria)