SAIBA MAIS-Conheça a posição dos países nas negociações de clima

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007 13:48 BRST
 

(Reuters) - A Organização das Nações Unidas (ONU) pretende, nas negociações de Bali, na Indonésia, lançar um processo de dois anos a fim de comprometer os países ricos e pobres com o combate às mudanças climáticas.

Mas o problema tem sido encontrar uma fórmula comum.

As negociações sobre o clima patrocinadas pela ONU começaram nesta segunda-feira e terminam no dia 14 de dezembro. Nelas, a China, a Índia e outros países em desenvolvimento devem bater de frente com o bloco dos países industrializados, liderado pelos EUA, país que mais emite gases do efeito estufa no mundo.

Os países mais pobres acusam o governo norte-americano de não se esforçar para reduzir suas emissões -- os EUA argumentam que medidas do tipo prejudicariam seu crescimento econômico.

Conheça as plataformas de negociação de cada um dos grandes grupos presentes em Bali.

NAÇÕES UNIDAS

O mais recente Relatório sobre o Desenvolvimento Humano da ONU, lançado na semana passada, inclui alguns dos apelos mais dramáticos feitos até agora para que o mundo adote uma ação coletiva com vistas a evitar mudanças climáticas catastróficas que afetariam de forma desproporcional as regiões mais pobres.

Os autores do documento defenderam que as nações industrializadas, até 2050, diminuam as emissões de gases do efeito estufa para 80 por cento abaixo dos níveis de 1990. Os países em desenvolvimento precisariam cortar suas emissões, até 2050, para 20 por cento dos níveis de 1990.

"A mensagem para Bali é que o mundo não pode arcar com o preço da espera", afirmou à Reuters Kevin Watkins, pesquisador da Universidade Oxford, da Grã-Bretanha, e principal autor do relatório.   Continuação...

 
<p>Moradores caminham em frente &agrave; chamin&eacute;s de usina termel&eacute;trica em Pequim. A Organiza&ccedil;&atilde;o das Na&ccedil;&otilde;es Unidas (ONU) pretende, nas negocia&ccedil;&otilde;es de Bali, na Indon&eacute;sia, lan&ccedil;ar um processo de dois anos a fim de comprometer os pa&iacute;ses ricos e pobres com o combate &agrave;s mudan&ccedil;as clim&aacute;ticas. Photo by Jason Lee</p>